quarta-feira, 29 de abril de 2009

Open me

Imagem: Ana Tomás
Se vai tentar,Vá em frente. Não há outro sentimento como este.
Ficará sozinho com os deuses. E as noites serão quentes.
Levará a vida com um sorriso perfeito.
É a única coisa que vale a pena.
(C. Bukowski)

terça-feira, 28 de abril de 2009

segunda-feira, 27 de abril de 2009

As 22 que faltavam. Agora sim, 101 coisas.

80- Sempre termino o que começo.
81- Meus joelhos rangem como portas velhas.
82- Eu faço minha moda.
83- Minha espontaneidade assusta as pessoas (????)
84- Costumo relaxar deitada, com as pernas levantadas a 90º.
85- Odeio leite, amo queijos.
86- Gosto de boteco pé sujo.
87- Amo São Paulo.
88- Não sei amar pela metade.
89- Não tomo remédios.
90- Tomo todos os tipos de chás. (de cogumelo dispenso)
91- Me rebelo contra qualquer pessoa que tente estragar minha felicidade.
92- Disseram-me que tenho mais paciência do que penso que tenho.
93- Meu coração é meu guia.
94- Não alimento ilusões, nem minhas , nem alheias.
95- Sinto fascínio por raios.
96- Raramente fico doente.
97- Não vivo sem água e óculos de sol.
98- Creme dental branco me dá náusea. Só uso Gel.
99- Uso filtro solar.
100- Tenho um lado espiritual independente de religiões.
101- Nunca desligo meu celular. (ME LIGA!)


participação especial dos Assessores pra assuntos sobre mim : Sr. X, Sister Josy.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

79 das 101 coisas sobre mim...

1- Meu filho é a melhor parte de mim.
2- Acredito em horóscopo.
3- Sou uma capricorniana com todos os defeitos e qualidades de uma escorpiana.
4- Adoro ser publicitária, mas se pudesse escolher de novo estudaria Gastronomia.
5- Não guardo mágoas.
6- Não perdôo mentiras.
7- Sou otimista (até demais às vezes).
8- Amei um único homem até hoje.
9- Sofri por perdê-lo.
10- Dizem que falo bem em público, mas minha vontade era cantar.
11- Suporto grandes dores, físicas ou não.
12- Não reconheço rostos no meio de muita gente. Olho e não vejo.
13- Sou sarcástica.
14- E imediatista.
15- Sou desprovida de preconceitos.
16- Minha cor preferida é o preto.
17- Sei guardar segredo. (não os meus).
18- Tenho mania de limpeza.
19- Tenho muitas vontades pro futuro.
20- Se o mundo acabasse amanhã, não saberia o que fazer hoje.
21- Ouço todo tipo de música, o tempo todo.
22- Amo Jazz e rock’n roll.
23- O Por do Sol me emociona.
24- Deito no chão pra ver as estrelas.
25- Em casa, só ando descalça.
26- Durmo de meias.
27- Trabalho desde os 14.
28- Não acordo cedo, mesmo quando me levanto.
29- Penso melhor depois da meia noite.
30- Nunca vou querer morar em apartamento.
31- Prefiro espanhol ao inglês.
32- Não tenho inimigos, só a balança.
33- Tomo muito café.
34- Amo gergelim.
35- Curto intensamente todas as estações do ano.
36- Coleciono cinzeiros.
37- Adoro almofadas.
38- Cultuo livros.
39- Já fui consumista.
40- Adoro plantas em casa.
41- Atraio gente esquisita.
42- Bebo muita água.
43- Vinho só tinto e seco.
44- Vodka só Absolut.
45- Não suporto shoppings.
46- Troco de bolsa com frequência.
47- Quando fico triste, fico muda.
48- Gosto de homem que me faça rir. Se tiver humor ácido, me apaixono.
49- Prefiro conteúdo à forma. Mas agradeço se tiver uma boca bonita.
50- Converso olhando nos olhos. Estranho quem não o faz.
51- Falo demais.
52- Tenho poucos “amigos”.
53- Conheço muita gente.
54- Muita gente acha que me conhece.
55- Tive uma ótima educação, mas falo palavrão.
56- O mar me hipnotiza.
57- Choro à toa.
58- Preciso usar óculos, mas não enquanto estiver de aparelho.
59- Amo dirigir na estrada.
60- Falo sozinha no trânsito.
61- Sou fumante, e quero parar.
62- Tenho uma alimentação saudável.
63- De vez em quando jogo na mega sena.
64- Gasto tudo o que ganho.
65- Prefiro esportes ao ar livre.
66- Me considero uma pessoa feliz.
67- Tive um pai maravilhoso. Sinto muita falta dele.
68- Quero muito muito muito uma certa câmera fotográfica.
69- Ás vezes escrevo mas não posto.
70- Tenho horror à aranha.
71- Não gosto de ser assunto.
72- Não curto qdo subestimam minha inteligência.
73- Passo um ar de austeridade pra quem nunca falou comigo.
74- Tenho 5 tatuagens.
75- Para viajar, estou sempre pronta.
76- Faço malas pequenas.
77- Sei me divertir, mesmo quando sozinha.
78- Adoro instrumentos de percussão.
79- Não consigo pensar com sono.....por isso, termino num próximo post. Prometo!

quinta-feira, 23 de abril de 2009

O efeito X

Tinha suspirado.
Tinha beijado o papel devotamente !
Era a primeira vez que lhe escreviam
aquelas sentimentalidades,
e o seu orgulho dilatava-se
ao calor amoroso que saía delas,
como um corpo ressequido
que se estira num banho tépido;
sentia um acréscimo de estima por si mesma,
e parecia-lhe que entrava enfim
numa existência superiormente interessante,
onde cada hora tinha o seu encanto diferente,
cada passo conduzia a um êxtase,
e a alma se cobria de luxo
radioso de sensações ! ...
(O Primo Basílio - Eça de Queiroz)



Dedicado ao Sr. X, por todos os sorrisos.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Ganhei de presente...

Helena Pinheiro

Eu quero ser do sonho um caminheiro,
quero lançar às ondas o meu veleiro,
quero ser aflito para buscar-te
mas quero ser calmo no ato de despir-te.
Ter-te bela como lágrima sem dor,
como ave esvoaçante e esvoaçada,
na minha vida rosa debruçada,
quero sentir-te no perfume, não na flor.
Ser tua liberdade e teu laço,
fazer artesanato em teu amor,
para sermos dois como um somente.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Mesmo que não seja real...









Se o amor é fantasia, eu me encontro ultimamente em pleno carnaval.











Só pela simples possibilidade de você ser existir
me preencho de alegrias...
E fico sorrindo ao vento,
ansiando pelo momento de me jogar em seu abraço.
"Ela acreditava em anjos e, porque acreditava, eles existiam." (C. Lispector)

domingo, 19 de abril de 2009

Só por hoje...

Daniel Pedrogam

Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.

A alma é que estraga o amor.

Só em Deus ela pode encontrar satisfação.

Não noutra alma.

Só em Deus — ou fora do mundo.

As almas são incomunicáveis.

Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.

Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

Manoel Bandeira

sábado, 11 de abril de 2009

quinta-feira, 9 de abril de 2009

O novo de novo

'Não era nada com você.
Ou quase nada.
Estou tão desintegrado.
Atravessei o resto da noite encarando minha desintegração.
Joguei sobre você tantos medos, tanta coisa travada, tanto medo de rejeição, tanta dor.
Difícil explicar. Muitas coisas duras por dentro. Farpas.
Uma pressa, uma urgência. Fiz fantasias.
No meu demente exercício para pisar no real, finjo que não fantasio.
E fantasio, fantasio.
Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas.
Uma lembrança boa de você,
uma vontade de cuidar melhor de mim,
de ser melhor para mim e para os outros.
De não morrer, de não sufocar,
de continuar sentindo encantamento por alguma outra pessoa que o futuro trará, porque sempre traz,
e então não repetir nenhum comportamento. Ser novo.
'Ser novo.
Ser novo.
Ser novo.
Ser novo.
Ser novo.
Ser novo.
Ser novo.
(Caio F.)

quarta-feira, 1 de abril de 2009