quinta-feira, 27 de junho de 2013

Ela = Eu

Ela é boba, ri de tudo e faz palhaçada.

Ela sabe ser seria, fria e grossa.

Ela é romântica, sentimental e se apega muito fácil. 

Ela se apaixona por sorrisos, gosta de abraços apertados e 

de andar de mão dada. 

Ela gosta de gente que a valoriza, gosta de se sentir

importante e mais ainda quando é mimada. 

Ela ama fazer carinho, mexer no cabelo dos outros e de 

“morder” as pessoas que gosta. 

Ela é uma garota difícil de lidar, está cada hora de um jeito   

e é péssima em demonstrar o que sente.

Ela se importa,tem medo de perder e sente muito ciúmes.

Ela é um doce de menina, mas não a machuque pois esta 

pode ficar amarga.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Quem sabe faz a hora!!!!!!


top secret

Ele me fala "Eu te amo" como se fosse um segredo. E um dos grandes.

Desperta!

Certa vez li uma frase de Goethe que dizia: “Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor." Essa frase mudou minha vida. Minhas asas cresceram e eu voei e voo, tão alto e com tanto prazer, que o universo resolveu conspirar a meu favor. O vento que sopra do mar me enche os olhos de esperança. Meus objetivos moram longe, bem lá no horizonte onde o sol esfria quando encontra o mar. Eu continuo indo e tenho encontrado tanta força e alegria, que me resta somente acreditar que estou voando para o lugar certo. 

terça-feira, 25 de junho de 2013

COR-RESPONDÊNCIA

Remeta-me os dedos 
em vez de cartas de amor 
que nunca escreves 
que nunca recebo. 
Passeiam em mim estas tardes 
que parecem repetir 
o amor bem feito 
que você tinha mania de fazer comigo. 
Não sei amigo 
se era o seu jeito 
ou de propósito 
mas era bom, sempre bom 
e assanhava as tardes. 
Refaça o verso 
que mantinha sempre tesa 
a minha rima 
firme 
confirme 
o ardor dessas jorradas 
de versos que nos bolinaram os dois 
a dois. 
Pense em mim 
e me visite no correio 
de pombos onde a gente se confunde 
Repito: 
Se meta na minha vida 
outra vez meta 
Remeta. 

Este bom e velho coração sem juízo!!


Na verdade, esta é uma expressão que mostra a perseverança de um coração que não abre mão de se apaixonar por quem toca o sino e não por quem a razão ousa em querer convencer... Tudo isto porque ouvi estes dias um comentário dizendo que esta expressão passava um quê de lamúria... Pois não é. É apenas um mantra de quem não aceita uma lufada como ventania... um fio d'água como correnteza...uma faísca como uma labareda...
Enquanto o sangue correr, quero que seja bombeado por um coração assim mesmo... sem juízo...

+1+1+1


Inverno

A temperatura do meu coração tem estourado termômetros com a mesma intensidade que os têm estacado abaixo de zero. Há dias em que escrevo febrilmente, mas na maior parte do tempo, eu nevo.
 
 
Lídia Martins

aos que inventei...

Escrevo para pessoas que nunca existiram.

Exceto, pelo breve instante em que

estiveram comigo. 

bom dia bom!

"Goze este dia porque é a vida. A própria vida da vida. Em seu breve transcurso, você encontrará todas as realidades e verdades da existência: a sorte do crescimento, o esplendor da criação, a glória do poder. Porque o ontem é só um sonho e o amanhã, só uma visão. Porque o hoje, bem vivido, faz do ontem um sonho de felicidade e, de cada manhã, uma visão de esperança.''

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Sacou???

... a evolução não é sobre se tornar alguém melhor,

 mas sobre finalmente se permitir ser quem sempre 

foi.

A tua boca anda oca da minha língua


Conselhos...=)


Seu abraço e só!

Por favor, não me analise
Não fique procurando
cada ponto fraco meu
Se ninguém resiste a uma análise
profunda, quanto mais eu!
Ciumenta, exigente, insegura, carente
toda cheia de marcas que a vida deixou:
Veja em cada exigência
um grito de carência,
um pedido de amor!

Amor, amor é síntese,
uma integração de dados:
não há que tirar nem pôr.
Não me corte em fatias,
(ninguém abraça um pedaço),
me envolva todo em seus braços
E eu serei perfeita, amor!

Do livro "Bom dia amor!", 1990
Mirthes Mathias

de bem com a vida!






"E eu, que estou de bem com a vida, 
creio que aqueles que mais entendem de 
felicidade são as borboletas e as bolhas 
de sabão e tudo que entre os homens se 
lhes assemelhem" 



(Nietzsche)

...








E no espelho, eu, você e aquele olhar avesso.
Um olhar que parecia refletir tudo,
exceto o que carregávamos
por dentro.
 

domingo, 23 de junho de 2013

Surpresas da vida.

A vida nos devolve em dobro tudo que a gente perde. E não é em quantidade, mas sim na intensidade 

como as coisas acontecem. Tudo é uma surpresa. E a gente não percebe isso na hora. Elas vão 

tomando conta com o tempo, lento e justo. Nada é em vão, nem as lágrimas, nem o sorriso e muito 

menos a solidão. Um dia a gente descobre tudo o que foi verdadeiro e o que passou de uma grande 

ilusão. 


sexta-feira, 21 de junho de 2013

sempre em frente!!!!!

A moça levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário: Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.
— Dom Casmurro

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Desabafo!

 Eu ando exausta de demolir fantasias e explicar sentimentos profundos pra gente rasa. E se eu não tenho mais como explicar tudo isso em palavras ou nas minhas atitudes é porque já não tenho mais nada a dizer. Quem comanda as minhas atitudes é o meu coração e disso eu não vou abrir mão.

fica a dica.


#VEMPRARUA





"Eu dedico isso aos loucos. Os desajustados. 



Os rebeldes. Os encrenqueiros. Os pinos 



redondos em buracos quadrados. Os que fogem ao



 padrão. Aqueles que veem as coisas de um 



jeito diferente. Eles não se adaptam as 



regras, nem respeitam o status quo. Você pode 



citá-los ou não concordar com eles, 



desacreditá-los, glorificá-los ou desprezá-



los. Mas a única coisa que você não pode fazer 



é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. 



Eles inventam. Eles imaginam. Eles curam. Eles 



exploram. Eles criam. Eles inspiram. Eles 



empurram a humanidade para frente. Talvez eles 



tenham que ser loucos, porque somente os que 



são loucos o bastante para acreditarem que 



podem mudar o mundo, são os únicos que 



realmente mudam." - Jack Kerouac



terça-feira, 18 de junho de 2013

Senhor, que nunca me falte coragem. Amém!


"Em uma época em que os desejos duram o tempo de uma estação, amar virou coisa de gente corajosa." ♥

Fernanda Mello

be happy

São nos piores momentos é que me lembro com

 mais força: quem é capaz de sofrer 

intensamente, também é capaz de intensa    

alegria .

é isso...

"Acho que os livros me fizeram meio dramática, os filmes meio romântica e a vida... Ahh essa dai me deixou inteiramente perdida" 

Beatriz Gouvêa de Luca

Hámor???

Você ficou tão perfeito desde que foi embora… O tiquetaquear do relógio só sabe passar photoshop na nossa relação, e cada vez mais eu me lembro menos do quão mais ou menos era estar ao seu lado. Fico embelezando a sua imagem e me enxergando como um verme, me sinto culpada por coisas que não fiz, por coisas que desejei, por coisas que desejei desejar, por coisas que deixei a desejar. Tenho confundido amor com culpa, mas sempre confundo amor com tudo: amor com comida, amor com neurose, amor com bebida, amor com sexo, amor com vontade de amar. Acho que tudo é amor, quando na verdade desconfio mesmo é de que não sei o que é amor. Você repete o clichê dizendo que o problema não é comigo, mas com você, e eu bem que sei que isso é verdade, embora não sirva para eu me sentir melhor. Não queria que você me achasse linda demais, delicada demais, inteligente demais auto-suficiente demais ou sei lá o que demais, eu queria só que você me quisesse ao seu lado. Você poderia me odiar, desde que me quisesse por perto. Suportar o seu ódio seria fácil diante da dor que é suportar o seu amor que não sabe amar. Eu sei que você me ama e que por isso não suporta a minha presença. Amar é perder o controle e você adora a ilusão de que o mundo gira em torno do seu umbigo. Eu giraria em torno do seu umbigo, se você quisesse. Sou idiotinha o suficiente pra me contentar com migalhas. Eu aceitaria ser o verme da sua barriga, se você deixasse. Ainda bem que você não deixa.

Vai vendo....

A DECEPÇÃO NÃO MATA, ENSINA A MATAR.......

imprevisível

Não insista também em inventar pré-conceitos para mim, em me julgar sem me conhecer. Puxa, nem eu sei como eu sou. Tente me conhecer primeiro, ou melhor, desista. Esqueci de contar que, além de tudo, você nunca vai saber que ação ou reação esperar de mim. Sou levemente imprevisível.

Aprendendo e recebendo....



Tem coisas que Deus dá para a gente aprender.
E tem coisas que Deus só dá quando a gente aprende.

domingo, 16 de junho de 2013

É!

"Eu já lhe disse que o perdão não cria um relacionamento. A não ser que as pessoas falem a verdade sobre o que fizeram e mudem a mente e o comportamento, não é possível um relacionamento de confiança. Quando você perdoa alguém, certamente liberta essa pessoa do julgamento, mas, se não houver uma verdadeira mudança, não pode ser estabelecido nenhum relacionamento verdadeiro.

 (William P. Young - A Cabana)

Eu vivo de verdade, e vc?

"Apesar dos medos, convém não ser demais fútil nem demais acomodada. Algumas vezes é preciso pegar o touro pelos chifres, mergulhar para depois ver o que acontece: porque a vida não tem de ser sorvida como uma taça que se esvazia, mas como o jarro que se renova a cada gole bebido.Os ganhos ou os danos dependem da perspectiva e possibilidades de quem vai tecendo a sua história. O mundo em si não tem sentido sem o nosso olhar que lhe atribui identidade, sem o nosso pensamento que lhe confere alguma ordem.
Viver, como talvez morrer, é recriar-se: a vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Conscientemente executada. Muitas vezes, ousada.Para viver de verdade, pensando e repensando a existência, para que ela valha a pena, é preciso ser amado; e amar; e amar-se."

(Lya Luft)

Classificados:


"A" verdade..


amadurecer...

"Eu não sabia o que na madureza aprenderia: que 

todas as coisas quando acabam são substituídas por 

outras, que a vida não se reduz, mas cresce. E é em 

tudo um milagre."

(Lya Luft)

Oração do dia:


"Eu faço as minhas coisas e você faz as suas coisas.
Eu sou eu, você é você. Não estou neste mundo para
viver de acordo com as suas expectativas.
E nem você o está para viver de acordo com as minhas.
Mas....
Se por acaso nos encontrarmos, é lindo.
Se não, não há o que fazer."
Oração da Gestalt
(Fritz Perls)

sábado, 15 de junho de 2013

O INESPERADO


O inesperado me fascina. Nossa visão momentânea é cega, pois se concentra apenas no que nossos olhos conseguem alcançar. inesperado vê além dos fatos pra ele, nada é o que parece. Acho até que ele se diverte com nossas agonias. Consigo visualiza-lo com um sorriso sarcástico dizendo: espere por mim... Aprendi a confiar nele, a me deixar conduzir. Nunca me arrependi. Pois sei que ele está a espreita, esperando eu me distrair.

 

uma só



"Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa."

(Antoine de Saint-Exupéry)

O melhor investimento.


Desejo dos últimos dias...

Minha caaaaasa!

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Gabito Nunes, sempre ele.


Existem aqueles dias radiantes que a gente acha que sente que chegou a 
hora. Só que na maioria deles, a realidade tem preguiça de superar os 
sonhos mágicos desse meu coração, esse que também serve de depósito para restos de amores que me acertam de raspão. Olha, não sei qual dói mais. Quando acaba, quando sentimos que acabou, ou quando a gente precisa cair na real que acabou e já faz tempo. 

olhos falam

"São os olhos, exatamente os olhos, que eu mais ouço. A vida tem me ensinado, ao longo da jornada, que as palavras muitas vezes mentem. 
Os olhos, geralmente, não desmentem o que diz o coração.
"

UFA!




Sem saudades de você
sem saudades de mim
o passado passou enfim...

sem mimimi

Gosto de quem fala sem pensar, porque normalmente fala o que pensa.

tenho pena....

Tenho pena dos que não se arriscam, dos que não pulam e gostam do morno, dos que se conformam com piscinas rasas e vidas rasas também. Tenho pena dos que vão embora cedo, dos que só viajam até a esquina, dos que pensam mil vezes antes de falar.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

"Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável." *

"Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes.

O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade. Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende!"

(Cora Coralina)

*título:(Salmo 51-10)

Sempre amor.

"O amor que nasce é assustadoramente amor. 

O amor que segue sozinho é 

assustadoramente só. Não há meio-termo 

porque o que o amor quer é coragem, o amor 

quer entrega, o amor sempre quer. Nem 

sempre é harmonia, nem sempre delicadeza. 

Mas sempre amor..."





Roteirize-me

"(...) Meu filme tem que ter pré-estreia, ação, drama, comédia romântica, todos contra nós, trilha sonora, cachoeira e dor no peito. Mereço um final com beijo e crédito. Eu quero um amor digno de telão de cinema e não um caso sem roteiro, desses que não podem ser vendidos separadamente de revista masculina em banca de jornal."


arte

“Em mim há uma infinidade de recortes, mas não sou arte que deve ser apreciada com pressa. Sou feita de detalhes antigos que carecem de contextualizações. Quem quiser que venha, mas antes se informe. Sou igual aos museus. Tenho horário para fechar.

(Fábio de Melo - Mulheres de Aço e de Flores)

sobre entrega


"Quando a gente ama, a gente entrega a alma
para alguém que não sabe direito nem o que fazer com a própria."

(Tati Bernardi)

time


Dai-me


Às vezes é preciso acender as luzinhas de dentro com tanta, mas com tanta força, que é pra não deixar a noite de fora tomar conta da parte de dentro e virar porão. Lugar onde se alojam aqueles sentimentos impuros, mesquinhos e que fazem o sorriso querer fugir do rosto da gente.

Dai-me força, Dai-me fé
Dai-me força e luz!

sou...

Eu sou, sem morrer no acaso, sem fazer cerimônia, sem dormir no ponto, sem esquecer as dores.
Eu sou, e antes de pertencer aos conceitos, às regras e situações, sou da minha investigação particular, sou do meu tempo. Sou do ócio, da preguiça e do prazer pelo nada. Sou também da pressa pelo afeto. Do silêncio que reluta em existir. Sou dos outros quando quero e geralmente na hora errada,, sou de mim mesma por necessidade da solidão.
Eu sou do mundo e principalmente do meu mundo habitado pela alegria mesmo que passageira. Sou dos atalhos por pressa, sou da ventania por impaciência. Sou do mato por natureza. Sou da banalidade pela extrema necessidade de desafogar as culpas.
Sou do afeto que me destinei. Do meu cotidiano. Sou do dia atarefado. Da noite escura. Do infinito do mar.
Sou da ilusão. Das confusas idas e vindas. Da insistência pela história. Sou de acreditar. De me perder nos romances. De entregas e depois arrependimentos. Sou da saudade dolorida. Das esperas angustiantes.
Sou da minha vasta imaginação. Da sobrevivência. Das tristezas ocasionais. Das perguntas sem respostas. Das respostas sem perguntas.
Sou dos planos sem motivos. Sou de tudo e às vezes do nada. Da fuga por medo. Da razão por obrigação. Da reza por devoção. Da fé por oração.
Sou do que valeu a pena. De momentos eternos. Das lembranças. Sou sem vergonha de ser.

pronta!

Tenho tudo pronto dentro de mim e uma alma que só sabe viver presentes. Sem esperas, sem amarras, sem receios, sem cobertas, sem sentido, sem passados.

Senhor, reforça minha fé!

Não há nada mais desesperador do que sentir-se impotente diante da necessidade de alguém que você ama.

intervenções perfeitas.


sábado, 8 de junho de 2013

Aviso aos navegantes

Esse blog NÃO é baseado em fatos reais.
Quem escreve, normalmente inventa sua realidade. Sou meio excêntrica. Exagerada. Escrevo o que vem à cabeça sem invadir o espaço de ninguém. NÃO, NÃO ESTOU SOFRENDO POR ALGUÉM. Vivo de amor, falo e sinto amor o tempo todo. Sou um ser humano real, em constante transformação e busca de melhoramento da alma, mas isso não faz de mim uma fofa.
Tenho ótima auto-estima e sou bastante intempestiva.
Sinto eterna gratidão aos que apontam minhas características, qualidades e até os defeitos.
Não façam da leitura desse espaço uma bula, ou tentem entender meu humor através dos posts diários.
E peço, por amor e favor, não sejam simplistas ao interpretar meus transbordamentos de palavras.

É ISSO!

 "Eu nunca quero ter certeza de tudo na vida. Acho que amar é isso. Saber dar sem garantias. Sem exigir nada em troca. Arriscar, acreditando que vai dar certo. Sem olhar pra trás e se arrepender porque deu errado ou porque não era bem assim que você planejou. Acho que amar é a incondicionalidade. Não impor condições. Não ter prazo de validade. Não sei nada sobre amar, mas desconfio que não tem nada a ver com certezas."


temática


sexta-feira, 7 de junho de 2013

Contraditória

Eternamente contraditória: com os pés na lua e a cabeça na jaca.

Hoje é dia!


humanos

"Nós, os humanos, temos essa horrível e maravilhosa capacidade de sofrer pelo que não existe. Somos neuróticos."
(Rubem Alves)

continuarei???

"Não foi à toa que Adélia Prado disse que "erótica é a alma". Enganam-se aqueles que pensam que erótico é o corpo. O corpo só é erótico pelos mundos que andam nele. A erótica não caminha segundo as direções da carne. Ela vive nos interstícios das palavras. Não existe amor que resista a um corpo vazio de fantasias. Um corpo vazio de fantasias é um instrumento mudo, do qual não sai melodia alguma. Por isso, Nietzsche disse que só existe uma pergunta a ser feita quando se pretende casar: "continuarei a ter prazer em conversar com esta pessoa daqui a 30 anos?"

(Rubem Alves)

que maravilha seria viver!


a vida gira...

Minha vida girou novamente, e me vejo com novos velhos sonhos, novos velhos amigos, e tudo parece já ter acontecido e tudo parece novo.

Sobre reconhecimento

Desculpe-me, não reconheci você: eu mudei muito. 

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Sobre investimento

Se você decide investir na cultura da decepção, não culpe o mundo se a safra for um sucesso.

sobre crimes

Cometo alguns crimes sem culpa nenhuma. Gosto, por exemplo, de matar a saudade.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Sorrindo/só rindo

O AMOR ESTÁ NO AHAHAHAHAHAHA

A semana começa hoje!



Bora estender os pensamentos num varal arejado, com muito vento e sol......sem sombra de dúvidas!

segunda-feira, 3 de junho de 2013

o que me faz feliz é leve!


Eu gosto de quem facilita as coisas. De quem aponta caminhos ao invés de propor emboscadas. Eu sou feliz ao lado de pessoas que vivem sem códigos, que estão disponíveis sem exigir que você decifre nada. O que me faz feliz é leve e, mesmo que o tempo leve, continua dentro de mim.
Eu quero andar de mãos dadas com quem sabe que entrelaçar os dedos é mais do que um simples ato que mantém mãos unidas. É uma forma de trocar energia, de dizer: você não se enganou, eu estou aqui. Porque por mais que os obstáculos nos desafiem o que realmente permanece, costuma vir de quem não tem medo de ficar.

já que sou o jeito é ser

Um dia ouvi que eu era a pessoa mais importante para alguém.  Na época, aquilo era essencial para mim: ser promovida pela reciprocidade. E o tempo, imperador dos destinos todos, desgastou os mármores, mas manteve intacto aquele amor: ele sobreviveu à relação finda. E eu perdera o meu alto cargo de importância para aquele alguém. Convalescente, mas em recuperação da suposta infelicidade de um ego magoado, tive que descobrir outra forma de amor: uma espécie rara que dá perenidade ao bem-estar e põe o ego em seu lugar. Eu me tornei a pessoa mais importante para mim. Quem poderia me tomar isto? O tempo? Hoje, as pessoas vão e vêm. Recebo-as, rejeito-as, tolero ou amo. A poesia não me tira os sentimentos vis, nem as doçuras de um ser humano. Um dia me chamaram de radical. Aceitei: só eu sei a importância que as coisas têm para mim e o propósito de mantê-las ou não na minha vida. Em outra ocasião, me chamaram de amorosa. Compreendi: pessoas amoráveis extraem o que tenho de melhor.  Já me disseram que pareço um personagem. Entendi: sendo povoada por tantas, quão imprevisível posso ser na liberdade que me permito ter. Não me importo com o que julgam, sempre serei espelho e sempre terei o Outro como meu espelho. Somos extensão. Estejamos ou não em harmonia ou comunhão, dedico carinhosamente o meu tempo compartilhando minha nudez. Aos que veem máscaras e vestes, sou impotente a estas leituras. Aos que veem generosidade e amparo, sou impotente à beleza que me dão. Sou impotente ao olhar alheio. Não tenho o controle de absolutamente nada, mas o meu trabalho consiste em eu não me rejeitar.

Diariamente eu fortaleço minha autoestima assim: 
Hoje, nem que seja apenas hoje, eu sou a pessoa mais importante para mim.

Que assim eu esteja.

Que assim seja.




[Marla de Queriroz]